MATA080 - Tipos de Entrada e Saída Totvs Protheus | Six IT

MATA080 – Tipos de Entrada e Saida

MATA080 Tipos de entrada e Saída

A Rotina MATA080 – Cadastro Tipo de Entrada e Saída (TES) do sistema Totvs Protheus é responsável pela correta classificação dos documentos fiscais de entrada e saída registrados no sistema. Seu preenchimento deve ser efetuado com muito cuidado, pois através dele é possível:

Calcular os tributos pertinentes ao documento registrado (entrada ou saída), bem como, definir sua escrituração nos Livros Fiscais de ISS, ICMS e IPI (integração com Livros Fiscais).

Controlar a entrada e saída de produtos/valores no estoque (integração com Estoque e Custos, Faturamento e Compras) e atualizar os custos de entrada e saída.

Incluir automaticamente títulos na carteira a receber (vendas/saída) e na carteira a pagar (compras/entradas) (integração com os ambientes Faturamento e Compras).

Registrar automaticamente os ativos imobilizados, a partir dos documentos de entrada referentes à compra de ativo fixo (integração com o Ativo Fixo).

Registrar a relação “Cliente X Produto/Equipamentos” quando há saída de um documento fiscal (integração com o Field Service).

Agregar despesas ao custo do projeto ou as receitas recebidas (integração com Gestão de Projetos).

Calcular os tributos relacionados aos documentos de transporte e, quando necessário, calcular os impostos pertinentes ao frete do autônomo (integração com Gestão de Transportes).

Calcular impostos variáveis relativos à tributação específica, como por exemplo, impostos localizados.

Basicamente, um tipo de entrada e saída é formado por um código definido pelo usuário, um CFOP (Código Fiscal de Operações e Prestação pré-definido) descrito na tabela 13 do sistema e, por diversas configurações que podem ocorrer para cada CFOP, com incidência ou não de tributos. Dessa forma, diversos TES podem utilizar o mesmo CFOP.

Consultoria Totvs Protheus

Seja qual for a necessidade, sempre oferecemos uma solução.

Consultores experiente em Totvs Protheus. Atendimento para suporte, implantação, e melhorias em seu sistema Totvs Protheus. Possuimos atendimentos presencial e Remoto. Entre em contato e solicite uma cotação .

Saiba Mais

Tipos de TES

Na inclusão do TES MATA080, é necessário observar a definição do campo Cód. do Tipo (código do tipo de entrada ou saída) que deve ser preenchido da seguinte forma:

  • 0XX a 4XX e 500 – Documentos de Entrada
  • 5XX a 9XX (exceto o 500) – Documentos de Saída

No campo Cód. Fiscal deve ser informado o CFOP (Código Fiscal de Operação e Prestação). O primeiro dígito indica o tipo de operação fiscal, agrupados segundo a localização do estabelecimento remetente ou o local de início da prestação de serviço:

1 Entrada de material ou bem de origem interna ao Estado do usuário ou aquisição de serviços iniciados no mesmo Estado.

2 Entrada de material ou bem de origem externa ao Estado do usuário ou aquisição de serviços iniciados em outro Estado.

3 Entrada de material ou bem de procedência estrangeira, importado diretamente pelo estabelecimento ou aquisição de serviços iniciados no exterior.

5 Compreende as operações em que os estabelecimentos envolvidos estiverem localizados no mesmo Estado.

6 Compreende as operações em que os estabelecimentos envolvidos estiverem localizados em Estados distintos.

7 Compreende as operações em que o destinatário estiver localizado em outro país.

Adm./Fin./Custo

São definidas as informações para identificação do TES MATA080. É importante considerar preenchimento dos campos:

  • Código: informe um código para identificação do TES.
  • 0XX a 4XX e 500: Entradas (pedido de compra e documento de Entrada);
  • 5XX a 9XX (exceto o 500): Saídas (pedido de venda e documento de Saída).
  • Tipo: esse campo é atualizado automaticamente conforme o código atribuído ao TES (informativo).
  • Gera Dupl.: indica se devem ser geradas duplicatas de títulos a pagar (se entrada) e a receber (se saída).
  • Exemplo:

Ao cadastrar um documento de entrada, proveniente de um fornecedor, é necessário gerar um registro de Contas a Pagar (Financeiro), para retratar a dívida assumida pela aquisição da mercadoria.

Já a entrada de um produto, para demonstração ou avaliação, não necessita da geração de duplicatas a pagar, pois em princípio, ocorre a devolução do produto.

  • Atu. Estoque: indica se deve atualizar o saldo em quantidade dos produtos.

Exemplo:

Ao realizar a venda de um material, é emitido um documento de saída para o cliente e ocorre a subtração do seu saldo em estoque.

Já para a operação de prestação de serviços, não é necessário realizar a atualização do saldo em estoque, por não haver saída de mercadoria.

Tabelas Relacionadas

SF4 – Tipos de Entrada e Saída

Principais Campos:

Cód. Do Tipo (F4_CODIGO): Código do Tipo de Entrada/Saída (deve seguir a seguinte regra: <= 500 para tipos de entrada e > 500 para tipos de saída).

Tipo do TES (F4_TIPO): Identifica o tipo: Entrada ou Saída.

Cred. ICMS (F4_CREDICM): Identifica credita ou não o valor de ICMS no cálculo do Custo do Produto.

Credita IPI (F4_CREDIPI): Identifica se credita ou não o valor de IPI no cálculo do Custo do Produto.

Gera Dupl. (F4_DUPLIC): Identifica se gera ou não Título a Pagar ou Receber no ambiente Financeiro.

Atu. Estoque (F4_ESTOQUE): Identifica se atualizar os Saldos em Estoque do Produto.

Poder Terc. (F4_PODER3): Identifica se a Entrada ou Saída refere-se a uma movimentação de Produtos de Terceiros e determina se é Remessa ou Devolução (campo utilizado para o controle de Saldos de/Em terceiros).

Trans. Filial (F4_TRANFIL): Identifica que o TES é específico em Documentos de Transferência de Saldos entre Filiais (mais detalhes no fluxo Transferência Entre Filiais).

Impostos: Nesta pasta informam-se os dados que determinam como calcular os tributos para os Documentos de Entrada e de Saída, bem como se serão tributados nos Livros Fiscais.

Calcula ICMS (F4_ICM): Indica se calcula ICMS.

Calcula IPI (F4_IPI): Indica se calcula IPI.

Cod. Fiscal (F4_CF): Código fiscal da Natureza de Operação.

Txt. Padrão (F4_TEXTO): Texto de identificação do TES.

L. Fisc. ICMS (F4_LFICM): Define em qual coluna do Livro Fiscal são distribuídos os Valores do Documento.

L. Fisc. IPI (F4_LFIPI): Define em que coluna do Livro Fiscal são distribuídos os Valores do Documento.

Destaca IPI (F4_DESTACA): Utilizado na Devolução de Compras de material de uso e consumo, quando a empresa quer destacar o Imposto (IPI) calculado na entrada, porém não creditado devido à operação.

IPI na Base (F4_INCIDE): Indica se o IPI incide na Base de Cálculo do ICMS.

Calc. Dif. ICM (F4_COMPL): Este cálculo aplica-se à compra de mercadorias para uso, consumo e Ativo Fixo oriundas de outro Estado. A diferença do ICMS é calculada pela alíquota interna do Estado aplicada ao produto, com a alíquota destacada da Nota Fiscal.

Outros: Esta pasta apresenta dados adicionais do cadastro de TES (Tipos de Entradas e Saídas) ou específicos para alguns ambientes (Exemplo: Frete Autônomo, SIGATMS – Gestão de Transportes).

Pontos de Entrada MATA080

Ponto de Entrada Protheus são chamadas de Programas ADVPL colocadas em pontos estratégicos nas funções padrões do sistema Totvs Protheus e que originalmente não fazem nada. Abaixo listamos os principais pontos de entrada da rotina MATA080 – Tipos de Entrada e Saída do Módulo de Faturamento.

  • MT080MEM – Ponto de Entrada para Tratamento de Campos Memo – Virtuais
  • MA080BUT – Ponto de Entrada para incluir Botoes na ToolBar
  • MT080EXC – Verifica se existe movimento este TES
  • MA080BUT – Ponto de Entrada para incluir Botoes na ToolBar
  • MA080VLD – Ponto de entrada na validação da exclusão da TES
  • MT081EXC
  • MA081VLD – Ponto de entrada na Validacao da TES
  • MT080GRV
  • MA080VLD
  • MA080MNU

A Six IT é uma Consultoria Totvs Protheus. Trabalhamos com implantações, suporte e melhorias. Entre em contato e saiba mais

Veja Também
Message Us on WhatsApp