SX3 Campos das Tabelas

SX3 Campos das Tabelas

Saiba o que é SX3 Campos das Tabelas Totvs Protheus e entenda como ele pode auxiliar sua empresa

O que é SX3 Campos das Tabelas Totvs Protheus

A tabela SX3 Campos das Tabelas do Dicionário de Dados define de uma forma padronizada a estrutura de campos das tabelas disponíveis dentro do Ambiente Microsiga Protheus.

Toda modificação que se deseje fazer na estrutura de tabelas do Microsiga Protheus, no que se diz respeita a campos deverá ser feita nesta tabela. É importante salientar e reforçar o uso da ferramenta disponível para manipulação do SX3 Campos das Tabelas dentro do Microsiga Protheus, chamado de Configurador, pois algumas modificações só serão replicadas ao banco de dados caso efetuemos a alteração via ferramenta.

Qual o objetivo do SX3 Campos das Tabelas Totvs Protheus

O Objetivo SX3 Campos das Tabelas é permitir a Flexibilização da Base de Dados, através da Inclusão de Novos Campos, sua Alteração, Inibir o seu Uso e até Criar novas tabelas, que passam a ser parte integrante do sistema.
Definir em que Pasta de Cadastro, os campos deverão se posicionar e até mesmo modificar o posicionamento de campos, que já faziam parte do sistema antes das Customizações.
Cada registro do Dicionário de Dados, corresponde a um campo das mais de (1600 Tabelas) do sistema.
Todos os Processamentos, em especial, as telas de Cadastramentos, Consultas e Relatórios Genéricos, são baseados no seu conteúdo.
Tamanhos, Tipos, Pictures, Legendas, Validações, Níveis de Acessos, Inicializações, Contextos Reais ou Virtuais, Usos ou Não Usos, Obrigatoriedades, Ordens de Apresentações, Helps e Consultas via <F3>, são Propriedades definidas no Dicionário de Dados e passíveis de alteração pelo próprio Administrador.
Diz-se que o Dicionário de Dados SX3 Campos das Tabelas é ativo, porque ao alterá-lo, não é necessário recompilar nenhum programa, para que a modificação entre imediatamente em funcionamento.

O SX3 Campos das Tabelas abre o um leque de inúmeras possibilidades para a customização das tabelas do sistema.

CamposTipoDescrição
X3_ARQUIVOCaracter Nome da tabela de dados, ao qual o campo faz parte, a Tabela deve ser definida na tabela SX2, (X2_CHAVE)
X3_ORDEMCaracterOrdem de apresentação dos campos. A ordem é importante pois alguns LookUPs(Consulta Padrão) retornam mais do que 1 valor e alterar a ordem de um campo pode fazer que o retorno de uma consulta não preencha corretamente.
Obs.: campos com a legenda em vermelho não permitem alteração de ordem.
X3_CAMPOCaracterO nome do campo deve ser único para a mesma tabela, no Microsiga Protheus deve-se seguir o padrão de se utilizar o nome do arquivo, seguido de _ para formar o nome. Dessa forma fica disponível para o usuário 6 dígitos para formação do nome do campo.

Existe uma exceção a essa regra, a família de tabelas começada com o prefixo “S” são representadas sem o S inicial, permitindo assim o uso de 7 dígitos para o nome do campo.

Por exemplo:

PA1_CLIENT / E1_CLIENTE

X3_TIPOCaracterTipo de dado armazenado pelo campo. Valores possíveis:

C-Tipo Caracter; N – Numérico; D – Data ; M – Memo; L – Lógico

X3_TAMANHOInteiroDetermina o tamanho do campo conforme o Tipo. O tamanho máximo é 254 caracteres. A alteração do tamanho de campos deve ser realizada apenas via Configurador.
X3_DECIMALInteiroUsado apenas quando o X3_TIPO for Numérico. Determina a quantidade de casas decimais.
X3_TITULOCaracterRótulo com a descrição resumida do campo no idioma Português
X3_TITSPACaracterRótulo com a descrição resumida do campo no idioma Espanhol
X3_TITENGCaracterRótulo com a descrição resumida do campo no idioma Inglês
X3_DESCRICCaracterRótulo com a descrição do campo no idioma Português
X3_DESCSPACaracterRótulo com a descrição do campo no idioma Espanhol
X3_DESCENGCaracterRótulo com a descrição do campo no idioma Inglês
X3_PICTURECaracterPicture do Campo. A picture de um campo é a mascara de entrada que o campo deve respeitar.
X3_VALIDCaracterFunção de validação geral do campo, enviada como  default pelo sistema, a não ser que seja dado permissão para alteração deste campo, o mesmo não é alterável para o cliente.

Exemplo de conteúdo:

ExistCpo(“SX5”,”12″+M->A1_EST) .AND. IE(M->A1_INSCR,M->A1_EST)

A função deverá ser Function(para GDPs) ou User Function (Cliente) , Static Function não podem ser utilizadas.

X3_USADOCaracter
X3_RELACAOCaracter Inicializador Padrão do Campo. Normalmente utilizamos o inicializador padrão para preenchimento de campos virtuais, ou campos que necessitam de valores padrões já na inclusão do registro.

A função deverá ser Function(para GDPs) ou User Function (Cliente) , Static Function não podem ser utilizadas.

X3_F3Caracter Contem o código do LookUp do campo, esse é código relacionado ao dicionário  SXB.
X3_NIVELCaracter Nível de Campo. Na montagem das telas de cadastro do Microsiga Protheus, é sempre verificado o nível do usuário e dos campos, assim podemos ter usuário que visualizam campos e outros usuário que não.
X3_RESERVCaracter Campo de controle interno para permitir ou não alterar características do campo.
X3_CHECKCaracter ***Não Usado ***
X3_TRIGGERCaracterQuando preenchido com S, ao se preencher o campo, irá executar os gatilhos(SX7) associados a esse campo.
X3_PROPRICaracter Quando preenchido com U indica campo customizado.
X3_BROWSECaracter Indica se o campo será apresentado em browse de seleção de registros dessa tabela, valores aceitos são “S” , “N” e Branco, sendo considerando branco com não.
X3_VISUALCaracter Determina se o campo será apresentado na tela, Se ele estiver em Branco  ou com “A” ele é alterável na tela, se estiver com “V” será apresentado apenas para visualização.
X3_CONTEXTCaracter Determina o contexto do campo, Existe dois tipos de contextos, o primeiro é o Real (“R”  ou branco) que significa que o campo será gravado fisicamente, ou seja ele existe na tabela de banco de dados. Caso ele seja Virtual, ele é apenas criado nas telas do sistema, não sendo gravado em lugar nenhum. Campos virtuais são útil para normalização de tabelas.

Por exemplo se você quiser na sua tabela ter o nome do Cliente, você cria um campo Virtual para mostrar o nome do cliente. Porém o mesmo não será gravado na base de dados, evitando assim redundância de informação.

X3_OBRIGATCaracterCampo de uso interno para determinar se o campo é obrigatório ou não.
X3_VLDUSERCaracterCampo de validação do usuário. Esse campo pode vir preenchido na instalação padrão do produto, porém é permitido que o cliente o customize.

A função deverá ser Function(para GDPs) ou User Function (Cliente) , Static Function não podem ser utilizadas.

X3_CBOXCaracter String com os valores possível para um campo tipo Combo Box em Português. Esses valores seguem no formato:
(Letra) = Descrição da opção. Por Exemplo:F=Cons.Final;L=Produtor Rural;R=Revendedor;S=Solidario;X=Exportacao
X3_CBOXSPACaracter String com os valores possível para um campo tipo Combo Box em Espanhol.
X3_CBOXENGCaracter  String com os valores possível para um campo tipo Combo Box em Inglês.
X3_PICTVARCaracter Função que determina a Picture do Campo e tempo de execução. Exemplo de uso, no cadastro de Cliente, quando alteramos o tipo de pessoa (entre jurídica e física), a picture do campo A1_CGC, é alterado para validar CPF ou CNPJ.
X3_WHENCaracter Função que determina se o campo pode ser alterado em tempo de execução. O When de cada campo e executado a cada mudança de foco no sistema, ou seja, a cada vez que o usuário preencher algum campo ou trocar de campo selecionado.  Portanto deve-se sempre se atentar para não produzir funções que efetuam um grande processamento.

A função deverá ser Function(para GDPs) ou User Function (Cliente) , Static Function não podem ser utilizadas.

X3_INIBRWCaracter Função chamada na inicialização do Browse da tabela, normalmente utilizada em campo de contexto Virtual.

A função deverá ser Function(para GDPs) ou User Function (Cliente) , Static Function não podem ser utilizadas.

X3_GRPSXGCaracter Código do grupo de campo(SXG) que o campo pertence. Todos os campos que estão associados a um grupo de campo, sofrem as alterações quando alteramos ele.

Por exemplo, em uma tabela customizada, colocamos o nosso campo PA1_PRODUT no grupo de campo do produto padrão do sistema, ao se alterar o tamanho do campo do B1_COD por exemplo, nosso campo também será atualizado.

X3_FOLDERCaracter Número da Folder aonde o campo será apresentado. A folder será avaliada apenas se a tabela não for apresentada num Grid. A descrição das tabelas está no Dicionario SXA.
X3_PYMECaracter Determina se a pergunta é utilizada pelo Microsiga Protheus Serie 3
X3_CONDSQLCaracter ***Não usado***
X3_CHKSQLCaracter  ***Não usado***
X3_IDXSRVCaracter Protheus Search?
X3_ORTOGRACaracterHabilita o uso do Corretor ortográfico.
X3_IDXFLDCaracter Protheus Search?
X3_TELACaracterUtilizado quando precisamos omitir o campo em situação diversas  na mesma tabela.

Devemos utilizar números separados por | para determinar quando o campo será apresentado. Ao se utilizar a função Enchoice ou a Classe MSMGET. Rotina que utilizam o novo modelo MVC não faz uso desse campo. Devendo utilizar o perfil de usuário para tratar situações assim.

X3_AGRUPCaracterCódigo do Agrupador (SXA). Disponível  para rotina escritas na tecnologia MVC, podemos criar um Agrupador dentro de cada folder.
X3_POSCaracterIndica se o campo será exportado na ferramenta de PDV.

Veja também:

O que é MVC
O que é MVC admin

Saiba tudo sobre o MVC AdvPl, Model View Controller Totvs Protheus

Familia de Arquivos Protheus
Familia de Arquivos Protheus admin

Saiba tudo sobre a familia de arquivos do sistema ERP Totvs Protheus

O que é AdvPl
O que é AdvPl admin

Saiba tudo sobre o AdvPl, a linguagem do sistema ERP Totvs Protheus

Contato

Envie seus dados que entraremos em contato
Fale Conosco pelo Whatsapp (11) 96646-0719