Outsourcing de TI | Entenda Outsourcing de TI | Six IT

O que é Outsourcing de TI

O que é Outsourcing de TI

 

Outsourcing de TI é a terceirização de serviços relacionados a Tecnologia da Informação (TI).  A terceirização de TI vem se tornando uma tendência no mercado atual pois, apresenta algumas vantagens para as empresas contratantes.

As empresas já adotam a estratégia de terceirizar funções e serviços de tecnologia da informação há muito tempo, porque já entenderam que uma terceirização bem realizada pode trazer diversos benefícios para o negócio, até mesmo contribuir para um melhor alinhamento entre a estratégia de TI e as estratégias de negócios.

A escolha pela terceirização tem aumentado muito, especialmente pelo fato de que a indústria de TI como um todo vem desenvolvendo novos modelos de negócios onde a TI é ofertada como serviço, como por exemplo, a chamada “cloud computing”, ou “computação em nuvem”, que é um tipo específico de terceirização.

Entretanto precisamos considerar que a prática do outsourcing além de poder trazer benefícios, apresenta alguns riscos importantes também, se não corremos o risco de acreditar que o outsourcing irá resolver todas as questões referentes a TI na empresa, crença que encontramos em empresas com sintomas de má governança de TI.

 

Vantagens do Outsourcing

 

Modularidade – A empresa que decide terceirizar pode fazê-lo em partes, ou módulos, o que representa uma vantagem pelas seguintes razões:

  • A empresa pode separar o que julgar ser mais estratégico e manter em casa, e assim diminuir riscos;
  • A empresa pode experimentar um fornecedor, terceirizando primeiro uma parte de suas aplicações;
  • A empresa pode minimizar riscos também à medida que coloca suas aplicações em diferentes fornecedores.

Escalabilidade – Quando a empresa contrata um serviço de terceirização ela pode com facilidade  aumentar ou diminuir a capacidade, para assim fazer frente às sazonalidades do negócio conhecidas ou não; o que não ocorre quando a empresa tem que comprar hardware, software ou mesmo contratar pessoas.

Foco no negócio – ao terceirizar a TI a empresa transfere ao fornecedor, que é especialista no assunto, a responsabilidade pela gestão das aplicações terceirizadas, e pode com maior liberdade, mais tempo e mais energia focar no seu próprio negócio.

Uso de tecnologia de ponta – terceirizando a empresa pode usufruir de tecnologias mais modernas de modo mais fácil e econômico, uma vez que o fornecedor é especialista no assunto. Mão de obra especializada – da mesma forma que o exposto acima, terceirizando a empresa pode também usufruir de mão de obra mais especializada de modo mais fácil e econômico.

Principais razões para fazer outsourcing de TI

 

Em recentes pesquisas realizadas com gestores de empresas que realizaram algum tipo de terceirização de TI, quando questionados sobre quais as razões que os levaram a tal prática, curiosamente as respostas dadas não refletem na sua totalidade as vantagens de se terceirizar, mas sim a percepção desses gestores. As principais razões alegadas são:

  • Foco da empresa contratante no seu core business;
  • Redução ou reestruturação dos custos (despesas fixas versus despesas variáveis);
  • Melhoria da qualidade dos serviços;
  • Acesso rápido a conhecimento tecnológico especializado;
  • Escalabilidade para crescimento acelerado;
  • Garantia de qualidade por contrato.
 

Estratégias básicas

 

Escolher entre terceirizar ou não é uma decisão nem sempre fácil, e já há muito tempo as empresas vem discutindo sobre o tema, uma regra bastante simples, mas ao mesmo tempo útil para começar a pensar no assunto leva em consideração a capacidade da área interna de TI da empresa, o nível de conhecimento e de experiência da equipe de TI da empresa, bem como a criticidade da aplicação que a empresa esteja considerando terceirizar, seja porque não pode ficar indisponível, seja por se tratar de aplicação estratégica do negócio.

Consultoria ERP

Seja qual for a necessidade, sempre oferecemos uma solução.

Consultores experiente em SAP e Totvs Protheus. Atendimento para suporte, implantação, e melhorias em seu sistema ERP. Possuimos atendimentos presencial e Remoto. Entre em contato e solicite uma cotação .

Saiba Mais

Segundo esses parâmetros, uma empresa somente deveria considerar manter internamente aplicações de missão crítica, desde que possua uma alta capacidade interna na área de TI; caso contrário deveria considerar terceirizar todas as aplicações. E empresas que não tenham uma alta capacidade interna na área de TI deveriam considerar terceirizar todas as aplicações, mesmo que correndo alguns riscos, pois se mantiver dentro da empresa possivelmente terá problemas com a qualidade das aplicações.

Como regras gerais podemos pensar da seguinte maneira:

Aplicação estratégica, de alto risco, especializada, de alto custo e baixo volume – não terceirize;

Aplicação não estratégica, de baixo risco, padronizada, de baixo custo e alto volume – terceirize.

Aplicações de alta criticidade quando se tem uma alta capacidade interna na área de TI deveriam permanecer dentro de casa, já aplicações de baixa criticidade deveriam ser terceirizadas, assim como qualquer aplicação quando se tem uma baixa capacidade interna na área de TI.

Veja Também
Message Us on WhatsApp