O que é CNAB Protheus

O que é CNAB Protheus

Entenda o que é e como funciona o CNAB Protheus

Entenda o CNAB Protheus

O CNAB Protheus (Conselho Nacional de Automação Bancária) define as regras para os arquivos de envio e retorno de dados.

No sistema Protheus, há dois modelos disponibilizados : o Modelo 1 e o Modelo 2.

Para utilizar este recurso, o administrador deve primeiramente efetuar a configuração dos arquivos de remessa e retorno no ambiente Configurador:

Arquivo de remessa: configura o padrão dos dados que devem ser remetidos ao banco, como: cobrança de título, solicitação de baixas, alteração de vencimentos, protestos de títulos e outros.

Arquivo de retorno: configura o padrão dos dados que devem ser recebidos do Banco com as movimentações que confirma os títulos que entraram, os títulos pagos, baixas e alterações processadas.

Temos dois Modelos de CNAB Protheus – Modelo 1 e o Modelo 2;

A principal diferença é que o Modelo 2 permite uma grande diversificação de layouts. O número de linhas Header, Detalhe e Trailler não estão limitados, podendo ser utilizado tantas quanto forem necessárias.

O usuário deverá configurar o layout conforme a Padronização de Intercâmbio de Informações entre Bancos e Empresas fornecido pela Instituição Financeira para arquivo de Envio ou de Retorno.

Devido à disponibilidade do CNAB Protheus a Pagar e a Receber, para ambos os modelos, temos que configurar o lay-out tanto para a remessa quanto para o retorno.

Consultores Especializados

A Six IT possui um time de especialistas em sistemas ERP Totvs Protheus e SAP. Profissionais com ampla experiência em implementações, suporte (Remoto ou presencial) e Desenvolvimentos de customizações. Entre em contato e faça uma cotação.

CNAB a Receber (Modelo 1)

Para enviar o arquivo para o Banco, é necessário configurar o arquivo de remessa do contas a receber (.REM) com o layout do banco, conforme as posições e regras descritas no manual do banco.

Com o layout do banco, é configurado o arquivo de retorno do contas a receber (.RET) conforme as posições definidas no manual do banco.

Obs: O sistema gera um layout padrão do arquivo de retorno no momento da inclusão do mesmo através do configurador, “as linhas” do arquivo não devem ser alteradas. Abaixo está o exemplo que deve ser seguido para o seu correto funcionamento. É preciso apenas informar as colunas da Posição Inicial e Posição Final.

A busca pelo titulo feita pelo sistema é PREFIXO NUMERO PARCELA TIPO, portanto estas são informações fundamentais para que o Sistema possa encontrar o título no SE1.

CNAB a Pagar (Modelo 1)

Primeiramente, configure no ambiente Configurador o arquivo de remessa do Contas a Pagar (.CPE) conforme as posições e regras de layout descritas no manual do banco.

Para este modelo é permitido informar uma linha com a configuração do cabeçalho do arquivo, uma linha com a configuração dos detalhes e uma linha para a configuração do trailler.

No ambiente do Contas a Pagar será necessário também cadastrar os parâmetros para o banco em questão.

Com os cadastros efetuados, e a partir de um borderô de pagamento, será possível gerar o arquivo texto a ser enviado ao banco.

Da mesma forma, como é feito para o arquivo de remessa será necessário configurar o arquivo de retorno do Contas a Pagar (.CPR) conforme as posições definidas no manual do banco.

O configurador gera um layout padrão do arquivo de retorno no momento da inclusão, com linhas e campos prédefinidos.

No Contas a Pagar será necessário cadastrar os parâmetros e os códigos de ocorrências do banco para o banco em questão.

A localização de um título no retorno do CNAB pode ser realizado por meio do código do Fornecedor ou do CNPJ.

Caso seja pelo Código do Fornecedor é recomendado utilizar o campo Reservado (FORNEC) para identificar a posição inicial e final, que no arquivo de retorno do banco contenha a informação do código do Fornecedor e Loja.

Caso seja pelo CNPJ, preencha a última linha CGC Fornecedor com as posições em que será gravado o CNPJ do Fornecedor.

A chave completa para busca será composta pelos dados do título (prefixo, número e parcela) e completada com o código do fornecedor e loja ou com o CGC, conforme a opção de busca.

Com o layout do banco, é configurado o arquivo de retorno do contas a receber (.RET) conforme as posições definidas no manual do banco.

Obs: O sistema gera um layout padrão do arquivo de retorno no momento da inclusão do mesmo através do configurador, “as linhas” do arquivo não devem ser alteradas. Abaixo está o exemplo que deve ser seguido para o seu correto funcionamento. É preciso apenas informar as colunas da Posição Inicial e Posição Final.

A busca pelo titulo feita pelo sistema é PREFIXO NUMERO PARCELA TIPO, portanto estas são informações fundamentais para que o Sistema possa encontrar o titulo no sistema

Tabelas de Configuração

Através do cadastro de Parâmetros do Banco, no ambiente Financeiro, relaciona-se qual é o código da tabela que está sendo utilizada para o banco.

Caso seja a tabela 17 (padrão do Sistema), verificar qual é o padrão de retorno do banco quanto á Espécie (Tipo do Título) e atualiza a tabela 17 no Configurador.

Identifica a espécie do titulo para retorno do CNAB Protheus.

Relaciona as espécies de títulos pelo banco com as espécies de títulos utilizadas pelo sistema.

Por Exemplo: Se para os seus títulos tipo NF o banco identifica como 01, a tabela 17 fica da seguinte forma:

CHAVE – NF
DESCRIÇÃO – 01

Desta forma o sistema identifica que os títulos do Sistema tipo NF são equivalentes aos títulos que o banco identifica como 01.

Pontos principais

Para atender os vários bancos, uma mesma espécie bancária pode ser relacionada com diversas espécies do sistema:

Espécie de titulo do sistema: CAMPO – SX5->X5_CHAVE
Espécie bancária: SX5->X5_DESCRI

Movimentos

Neste capítulo, abordaremos os cadastros relacionados para a geração do arquivo de comunicação CNAB Protheus, os códigos definidos pela FEBRABAN e os parâmetros bancários envolvidos na comunicação bancária.

Cadastros Relacionados

Por meio desta movimentação, o usuário poderá configurar os cadastros relacionados no desenvolvimento dos diversos modelos de padrão CNAB Protheus disponibilizados pelas instituições bancárias brasileira.

É importante mencionarmos que cada instituição possui a sua particularidade quanto ao tratamento dos campos e posições de conteúdo dentro da movimentação e criação do arquivo de transferência.

    • Para a correta utilização das rotinas de Comunicação Bancária tratadas no curso devem ser observados os cadastros de configuração relacionados.
    • Cada um desses cadastros é comentado neste tópico observando os seguintes pontos:
    • Utilização: Quais as funções do cadastro em relação às rotinas de comunicação bancária em geral.
    • Pontos principais: Quais as principais características do cadastro que devem ser levadas em consideração para sua correta configuração.

Parâmetros bancos – Arquivo SEE

A configuração dos parâmetros bancários é determinada por cada banco, onde cada um adota critérios próprios. Este cadastro permite informar os detalhes técnicos da montagem do arquivo remessa utilizado na cobrança escritural eletrônica. É importante que esteja o mais completo possível, pois seus registros são utilizados pelas rotinas de comunicação bancária (Retorno Cnab a Receber, Gera Arquivo Envio a Receber/Pagar, Sispag e Retorno Cnab a Pagar).

No campo Tabela (EE_TABELA) é informado qual o código da tabela de relacionamento entre o tipo do título no financeiro e a espécie de título do banco. O padrão do Sistema é a tabela 17 do configurador, porém é possível criar novas tabelas para fazer o mesmo tratamento

CNAB a Receber Modelo 2

Para utilizar o recurso de CNAB Protheus no Ambiente Financeiro, o administrador deve primeiramente efetuar a configuração dos arquivos de remessa e retorno para os títulos a receber ou a pagar no Ambiente Configurador.
A extensão do arquivo de Remessa do Contas a Receber é (.2RE)
Regras:

0H – Header de Arquivo
1H – Header de Lote
1D1 – Detalhe Segmento P
1D2 – Detalhe Segmento Q
1T – Trailler de Lote
0T – Trailler de Arquivo

O 0H fecha com o 0T; Já o 1H fecha com o 1T; só é possível gerar um único lote, pois o sistema não executa mais do que um lote diferente, de forma que é possível configurar mais que um lote, porém na geração do arquivo envio o sistema só gera um lote.

Já referente ás linhas de detalhes pode existir mais do que uma necessidade de configuração. O campo Modelo deve estar preenchido com “.T.” para que o sistema execute esta linha.

Retorno (Modelo 2)

Seguem as mesmas regras definidas para configuração do arquivo de Remessa, porém no campo Modelo o conteúdo para o Detalhe do Segmento P é “P” e Segmento Q é “Q”. A extensão do arquivo de Retorno do Contas a Receber é (.2RR).

CNAB a Pagar Modelo 2

Para utilizar o CNAB Protheus no Ambiente Financeiro, o administrador deve primeiramente efetuar a configuração dos arquivos de remessa e retorno para os títulos a receber ou a pagar no Ambiente Configurador.

A extensão do arquivo de Remessa do Contas a Pagar é (.2PE)

Regras:

0H – Header de Arquivo
1H – Header de Lote
1D1 – Detalhe Segmento P
1D2 – Detalhe Segmento Q
1T – Trailler de Lote
0T – Trailler de Arquivo

O 0H fecha com o 0T; Já o 1H fecha com o 1T; só é possível ter um único lote, pois o sistema não executa mais do que um lote diferente.

Já referente ás linhas de detalhes pode existir mais do que uma necessidade de configuração.

O campo Modelo deve estar preenchido com “.T.” para que o sistema execute esta linha, porém para as linhas de detalhe pode ser utilizado um tipo de filtro conforme o Modelo de Pagamento do Borderô, levando em consideração que pode ser configurado “n” linhas de detalhes filtrando o Modelo, porém o sistema executa apenas um detalhe.

A forma para configurar um arquivo de retorno é a mesma para o envio, porém as variáveis para o campo Conteúdo devem ser somente as seguintes:

    • TÍTULO
    • ESPÉCIE
    • OCORRÊNCIA
    • DATA
    • VALOR
    • DESPESA
    • DESCONTO
    • JUROS
    • ABATIMENTO
    • MULTA
    • IOF
    • OUTROSCRÉDITOS
    • DATACRÉDITO
    • MOTIVO
    • NOSSONÚMERO
    • RESERVADO (Código do Fornecedor e Loja)
    • SEGMENTO

Retorno (Modelo2)

Seguem as mesmas regras definidas para configuração do arquivo de Retorno, porém no campo Modelo o conteúdo para o Segmento P é “P” e Segmento Q é “Q”.

A extensão do arquivo de Retorno do Contas a Pagar é (.2PR).

Veja também:

Gestão de Ambientes Totvs Protheus
Gestão de Ambientes Totvs Protheus admin

Conheça Gestão de Ambientes Totvs Protheus

Monitor Electron Totvs Protheus
Monitor Electron Totvs Protheus admin

Conheça Monitor Electron Totvs

TIR – Totvs interface Robot
TIR – Totvs interface Robot admin

Conheça TIR Totvs Interface Robot Protheus

Central de Atualização Totvs Protheus
Central de Atualização Totvs Protheus admin

Central de Atualização Totvs Protheus

Contatos

Entre em contato e saiba mais

Contato

Envie seus dados que entraremos em contato
Fale Conosco pelo Whatsapp (11) 96646-0719